O NovaTietê

Um escritório contábil tem como principal meta assegurar o perfeito andamento dos negócios de seus clientes.

Em vista disso, o NOVATIETÊ trabalha junto ao cliente para auxiliá-lo quanto as decisões que envolvem o futuro da sua empresa, bem como a planejar e refletir sobre as melhores estratégias para alcançar seus objetivos, executando com rapidez e competência todos os processos contábeis necessários.

Nossa História

A década de 1980, no Brasil, foi marcada pela abertura política e pela crise econômica. Extinto o regime militar, o povo clamava pelas "diretas já" e foi promulgada a Constituição Federal de 1988.

Mas, economicamente, o país estava assolado pela dívida externa, pela estagnação econômica e altos índices de inflação. Vários planos econômicos não foram capazes de conter a inflação. Foi a chamada década perdida.

Como a administração tributária era muito deficitária, havia uma enorme evasão: as grandes empresas e os indivíduos de maior patrimônio não pagavam impostos por conta da fragilidade da administração pública e deficiência legislativa.

Em meio a essa conjuntura mundial, numa proposta de unir esforços entre contador e cliente, favorecendo o crescimento econômico, desenvolvendo expertises e gerando valores, nasceu a Estrela do Sul, em 14/10/1983, ainda como firma individual.

Os anos 1990 foram marcados pela abertura da economia brasileira seguida do plano real, em 1994, que pareou o real ao dólar e estabilizou a inflação desenfreada do Brasil. Além disso, foi também marcada pela privatização dos serviços públicos.

No cenário contábil, a década foi marcada pelo início da fiscalização eletrônica, declarações eletrônicas e arquivos magnéticos. A inovação tecnológica foi fortemente incorporada pelo poder público na gestão da arrecadação dos tributos. Era o plano de reforma do Estado.

Nesta década, a Estrela do Sul admitiu novos sócios e transformou-se na sociedade denominada NOVATIETÊ, em 24/01/1990.

Imbuída de boas intenções, o NOVATIETÊ nasceu para abarcar mais pessoas movidas pelo mesmo ideal: gerar valor ao cliente com auxílio da ciência contábil.

O NOVATIETÊ adquiriu seus primeiros microcomputadores e parte considerável da escrituração tornou-se digital. As informações, antes em formulários manuscritos ou datilografados, tornaram-se digitais.

Isso gerou uma grande eficiência tanto para os clientes como para o fisco. A administração tributária do poder público começava a dar sinais de que não toleraria mais as evasões fiscais. A receita federal do Brasil lança sua home page.

Um novo século

Passado o pavor do bug do milênio, a década de 2000 ficou conhecida como a era digital. A internet se tornou o maior meio de comunicação mundial. Por meio da banda larga, foi possível disponibilizar uma enorme gama de serviços via rede.

Na economia, houve forte crescimento, desenvolvimento e distribuição de renda. Nem mesmo as crises mundiais puderam desacelerar o crescimento nacional. Por outro lado, a custo tributário estava se tornando um dos mais altos do mundo.

A evolução administrativa, principalmente a Fazendária, tornou o Brasil um dos melhores sistemas de arrecadação de tributos do mundo. Lideradas pela Receita Federal do Brasil, as demais entidades tributantes se aparelharam para melhor gerir a arrecadação. Um sistema centralizado de gestão tributária e financeira, denominado de SPED (Sistema Público de Escrituração Digital), revolucionou a maneira de se fazer negócios no Brasil. Isso exigiu ainda mais das empresas contábeis para assessorar seus clientes.

O NOVATIETÊ, nesta década, investiu fortemente em infraestrutura, pessoas, tecnologia e desenvolvimento de novos conhecimentos. Em 01/2006, a empresa mudou-se para um prédio próprio, inteiramente construído para atender aos seus negócios e permitir o crescimento estruturado.

A crise econômica mundial também atinge o Brasil que tem o seu crescimento reduzido nos últimos anos, desestimulando o investimento dos empresários. Com margens cada vez mais reduzidas e riscos cada vez mais altos, a época requer criatividade e muito profissionalismo para obtenção de resultados.

O Estado impõe acirrados ajustes fiscais para cobrir os altos custos que a sociedade moderna demanda e requer das empresas competentes engenharias tributárias para sua sobrevivência. O NOVATIETÊ, ciente de seu papel de conselheira do empresário, percebeu que seus serviços, antes restritos às burocracias fiscais, poderiam expandir na direção de um modelo gerencial de atuação, no qual planejamento, execução, direção e controle (PDCL) seriam elementos essenciais para otimização dos recursos e obtenção de resultados para os seus clientes.

Nesta década, o NOVATIETÊ investe em projetos de desenvolvimento de processos, procedimentos e métodos para execução dos seus serviços, focando em maior qualidade ao menor custo, para atender às necessidades dos seus clientes.